Double click in the pictures to view photo gallery

Clique na fotografias para ver reportagem fotográfica completa
CASA DOS AÇORES

JANTAR DA MATANÇA DE PORCO

Por: Paulo Jorge Cabral (texto) – Carlos Sousa e António Soares (Fotografias) – 2016.01.23

Vinte e três de Janeiro foi dia de “Matança de Porco” na Casa dos Açores. Sala cheia num dia de inverno em que as temperaturas estavam amenas desta forma convidando os sócios e amigos desta organização a participaram neste evento anual.

Como convidados há que salientar a presença de Paulo Jorge Cabral, Cônsul de Portugal em Manitoba, Mike Pagtakkan, Vive-Mayor da Cidade de Winnipeg, Padre André Lico, Padre Tiago Coloni e Irmãs Dédé e Carina, Maria do Carmo Cabral, Presidente da Liga Solidária da Mulher Portuguesa de Manitoba e Luís Dias, Presidente da Banda Filarmónica Lira de Fátima.

Depois das boas-vindas por João Paulo Melo, Presidente da Casa dos Açores, o Padres André Lico e Tiago Coloni foi incumbido de proferir a oração de Ação de Graças, os quais abençoaram os alimentos e as pessoas que o prepararam.

O delicioso jantar servido tipo bufete, começou a ser preparado na semana anterior pelos voluntários da Casa dos Açores, na confeção dos enchidos, consistiu de todas as iguarias de essenciais a um bom jantar de “matança” não deixando de incluir todos os acompanhamentos. 

Após o jantar João Paulo Melo, Presidente da Casa dos Açores, agradeceu a presença de todos, especialmente as dos convidados, convidou os convivas a repetir a refeição, pois havia muita fartura.
O entretenimento este ano foi preparado no sentido de providenciar aos convivas uma retrospectiva do que era uma noite de matança na nossa terra, atuou o Grupo Folclórico infantil da Casa dos Açores “Ilhas de Bruma”, o novo grupo musical da nossa comunidade “Star Bright”, formado por jovens de tenra idade, que sob a orientação de Hermano Silva “atuaram em playback”, os quais fascinaram e foram altamente aplaudidos pela sua simpatia e destreza que apresentaram em palco.

No seguimento do convívio atuou o grupo de música tradicional Portuguesa “Fátima e José Andrade e Amigos, que como sempre apresentam um reportório adequado à ocasião, e desta feita tocaram e cantaram temas alusivos à “matança”.

O Serão terminou com baile com a atuação do cancionista Hermano Silva.